Sabesp anuncia fim do rodízio de água na cidade de Guarulhos

Sabesp anuncia fim do rodízio de água na cidade de Guarulhos

Em evento na manhã desta quarta-feira, 4/12, o diretor-presidente da Sabesp, Benedito Braga, anunciou o fim do rodízio de água na cidade de Guarulhos. A informação foi divulgada quatro dias antes da data prevista, agendada para o dia 8 de dezembro. Outra novidade é a ampliação do serviço de tratamento de esgoto que deve passar de 12% para 40% no fim do próximo ano.  

O prefeito Guti classificou a data como um dia histórico para Guarulhos. “Esta não é uma conquista de governo é uma conquista do país. Estamos falando aqui de abastecimento de água para mais de 1,4 milhão de pessoas e de começar a tratar o esgoto dignamente da segunda maior cidade do Estado”. 

O fim do rodízio foi possível após diversas obras feitas pela Sabesp desde o primeiro dia da concessão, que aconteceu no dia 1º de janeiro deste ano. O tratamento de esgoto, foi assumido pela empresa em setembro.  O prefeito lembrou que em 2017, quando assumiu a prefeitura, a cidade tratava menos de 2% do esgoto. Passando para mais de 12% até o momento e omo obras efetivas que devem aumentar o tratamento de esgoto do município para 40%. 

O evento aconteceu na Estações de Tratamento de Água (ETA) Cabuçu. Um dos pontos onde a Sabesp investiu e implantou melhorias para que fosse possível o fim do rodízio na cidade. 

  Confira as obras realizadas pela Sabesp em Guarulhos

– Instalação de mais de 8 km de adutoras de 600 a 900 milímetros, ligando Ermelino Matarazzo, em São Paulo, à região de Cumbica e ao Jardim Centenário. Essas tubulações de grande porte vão criar uma Guarulhos interligada, garantindo que muito mais água passe a chegar a esses bairros; – Implantação de 1 km de rede de distribuição de água ligando o Parque Edu Chaves, na zona norte de São Paulo, à região do Gopoúva, no Centro de Guarulhos. 

– Implantação de uma casa de bombas e de 1 km de rede de distribuição até a avenida Papa João Paulo I, a fim de levar mais água à região Cumbica Norte, próxima ao aeroporto.  – Instalação de adutora que integra o reservatório Gopoúva, no Centro, ao reservatório São João/Lavras.

São 4,5 km de tubulações de 500 mm, além de melhorias na estação de bombeamento.  – Implantação de 2,5 km de rede primária de distribuição de água, de 500 milímetros, interligando o reservatório do Tremembé, na zona norte de SP, ao Parque Continental, em Guarulhos. – Um novo reservatório com capacidade para 6 milhões de litros, que vai acabar com o rodízio no Bonsucesso. 

Tags:
Fazer um comentário
Comentário
Nome
E-mail